NÃO PERCAM!

Acompanhem as postagens anteriores

domingo, 4 de abril de 2010

PARADINHA, CERTO OU ERRADO?


Por Felipe Dótoli


A quem o penalti deveria beneficiar, cobrador ou infrator?

É uma questão que vale uma longa discussão, e a "paradinha" se tornou alvo central, seja entre jogadores ou jornalistas. Um desses casos é o goleiro são-paulino Rogério Ceni, que ao sofrer um gol de Neymar no clássico contra o Santos, usando tal método, criticou o jovem santista, repugnando a forma com que a penalidade foi cobrada.

O mas estranho em toda essa situação é que na ultima rodada do paulistão, contra o Botafogo, o goleiro usou o estilo de cobrança que ele mesmo criticou, e o pior de tudo, o goleiro do time de Ribeirão Preto defendeu.

Aquele que cobra acha legal, o que sofre o gol nem sempre, ou nunca. Mas até que ponto a "paradinha" é certa ou errada, muitos falam que se o jogador que for fazer a cobrança passar o pé por cima da bola, voltar e depois chutar não vale. Já vi muitos fazerem isso, e não me recordo de um juiz ter voltado a cobrança.

Voltamos a questão abordada lá em cima "A quem o penalti deveria beneficiar, cobrador ou infrator?". Claro que é o cobrador, mas dessa forma se torna quase impossível ocorrer uma defesa do goleiro, que não tem direito de se mover.

Agora resta a toda poderosa FIFA decidir se é válido ou não!