NÃO PERCAM!

Acompanhem as postagens anteriores

sexta-feira, 24 de setembro de 2010

UM LUXA IRRECONHECÍVEL


Por Felipe Dótoli


Nove meses depois de ser apresentado, Luxemburgo se despede do Atlético Mineiro com uma campanha abaixo das expectativas.

Desde 1990, quando despontou para o futebol brasileiro como técnico do modesto Bragantino, sendo campeão paulista, Luxa sempre foi tratado como o grande comandante do futebol brasileiro. Mas em seu último trabalho as coisas não andaram nada bem.

Com um elenco caro, com jogadores renomados, o treinador conseguiu ser campeão mineiro, mas só. Depois disso perdeu nas quartas de final da Copa do Brasil, para o Santos e não conseguiu fazer com que o Atlético saísse da Zona de rebaixamento.

A campanha chega a ser ridícula. Em 24 partidas o clube mineiro perdeu 15, empatou 3 e ganhou apenas 6, estando à frente apenas de Goiás e Atlético Goianiense. Com 45 gols sofridos o Atlético ficou 22 das 24 rodadas na zona de rebaixamento e jogadores como Diego Souza, Daniel Carvalho, Ricardinho e Diego Tardelli não conseguem demonstrar reação.

Sem fugir do tema Luxemburgo, o técnico não consegue fazer um bom trabalho desde o título paulista de 2008, comandando o Palmeiras. De lá para cá, Luxa ainda treinou o Santos, também fracassando.

Talvez Vanderlei deva esfriar a cabeça, descansar um tempo e repensar sua carreira. Pois o grande Luxemburgo está escondido faz algum tempo.