NÃO PERCAM!

Acompanhem as postagens anteriores

segunda-feira, 12 de julho de 2010

MAIS QUE MERECIDO


Por Felipe Dótoli

Ser o melhor da Copa jogando ao lado de Iniesta e Xavi, ou de Sneijder e Robben seria fácil. Diego Forlán, 31 anos, foi eleito o melhor jogador da competição, mesmo sem estar na final, e com um time que não era nem favorito para passar da primeira fase.

O camisa 10 da seleção uruguaia fez um mundial surpreendente. Talvez, nem os próprios uruguaios acreditassem em tamanho sucesso de sua seleção e de seu maior jogador, levando a celeste à uma final após 40 anos.

O atacante do Atlético de Madrid obteve 23,4% dos votos, seguido de Sneijder com 21,8% e do atacante espanhol David Villa com 16,9%.

Como eu havia dito acima, seria muito fácil ter se destacado em um time com grandes jogadores, mas Forlán se destacou em um time limitado e com alguns bons jogadores, como Lugano e Suarez. Com cinco gols só não foi o artilheiro pelo critério de desempate, já que ele, Sneidjer, Villa e Müller marcaram o mesmo número de tentos. O alemão Müller levou o prêmio por ter mais passes para gols.

2 comentários:

  1. confesso que o que mais achei interessante sobre futebol foi um polvo com habilidades premonitórias e a gostosa da Larissa Riquelme.. Abs!!!!

    ResponderExcluir
  2. Forlan jogou muito, mas ainda acho q a votação deveria ser após a final, a última vez q craque da copa foi do time campeao foi em 1994 com o Romário, eu mesmo votaria no Iniesta, jogou bem a copa do mesmo jeito q Forlan e outros, mas decidiu o título. mas tb ficou em boas mãos o premio.

    ResponderExcluir